Jazz+

Jazz+ é um conceito que surge para a divulgação do jazz e que desde o seu primeiro momento tem vindo a crescer, por um lado na qualidade da sua oferta performativa, e por outro lado na criação de novos públicos em diferentes espaços.

Masterclass e Matiné de Jazz
3 de fevereiro 2022
14h30 e 19h00
Local: Centro de Artes de Águeda

Os músicos Nuno Costa (guitarrista), Óscar Gráça (pianista) e André Sousa Machado (baterista), dirigiram uma masterclass com alunos do Conservatório de Música de Águeda, e apresentaram um concerto na final da tarde, com o grupo NoA.

“Super Algo”
Dia 18 de julho 2021 às 19h
Local: Parque Municipal de Alta Vila, Águeda

Bruno Pinho (guitarra) Rodrigo Neves (saxofone) João Tavares (baixo) Luís Fernandes (bateria)
“Há algo de super na existência, na criação, na natureza e uma super vida em cada música.
Partindo das composições originais do guitarrista Bruno Pinho, este quarteto parte à
à descoberta de uma energia orgânica comum, onde o botão da criatividade permanece ligado
a algo tão super como a imaginação”.

“Vértice”
Dia 11 de julho às 19h
Local: Parque Municipal de Alta Vila, Águeda

Miguel Calhaz (contrabaixo) Mauro Ribeiro (guitarra) Alexandre Coelho (bateria)
Neste ponto de encontro de arestas limadas, conflui nas esquinas de um tempo hipnótico uma secção rítmica que ora se envolve com entoações de reminiscências ancestrais da voz, ora vai cavalgando à solta sem limites terrenos ou celestes.“O tempora, o mores”:“ó tempos, ó costumes” (Cícero)

“Super Algo”
Dia 23 de junho às 19h
Local: café concerto do Centro de Artes de Águeda

Bruno Pinho (guitarra) Rodrigo Neves (saxofone) João Tavares (baixo)
“Há algo de super na existência, na criação, na natureza e uma super vida em cada música.
Partindo das composições originais do guitarrista Bruno Pinho, este quarteto parte à
à descoberta de uma energia orgânica comum, onde o botão da criatividade permanece ligado
a algo tão super como a imaginação”.


“Filme-Concerto”
Dia 13 de maiol às 19h
Local: café concerto do Centro de Artes de Águeda

Nuno Costa (guitarra) Óscar Graça (piano, telclados&laptop)
Sinopse: O projecto “Filme-Concerto” nasce da paixão pelo cinema e pela composição musical que o guitarrista Nuno Costa e o pianista Óscar Graça partilham. Desenvolvendo inúmeros projectos desde 2005, ano em que se especializaram na prestigiada Berklee College of Music em Boston, têm colaborado com vários realizadores e produtores do meio audiovisual e multimédia, desenvolvendo diversos projectos musicais na área das artes visuais. A partir de filmes considerados marcos históricos do cinema e transportando para o presente uma técnica comum nos primórdios do cinema e da exibição de filmes mudos, este projecto assenta numa recriação e apresentação ao vivo da banda sonora composta para o filme em projecção. Recorrendo a alguns dos mais modernos instrumentos de interpretação e criação musical, são criados diferentes ambientes e elementos sonoros para dar “voz” às fortes emoções transmitidas pelas imagens. Este projecto tem como objectivo não apenas o de tentar modernizar ou actualizar, mas antes, o de reavivar filmes basilares na história do cinema. Conta já com diversas participações em festivais e iniciativas ligadas à sétima arte, destacando-se o Ciclo Invicta.Música.Filmes na Casa da Música, Fike, Faial Filmes Fest, Encontros de Viana, entre muitos outros.

Filme “Sunrise: A Song of Two Humans” Realizador:
F.W Murnau
Ano: 1927
Sinopse: Seduzido por uma “vamp” da cidade, um agricultor tenta afogar a sua mulher mas desiste no último momento. Esta foge para a cidade mas ele segue-a para provar o seu amor. Após alguma resistência, a jovem perdoa-o enquanto assistem a um casamento. “Aurora” é o primeiro filme americano de F.W.Murnau. Realizador muito reputado pelos seus filmes alemães, beneficiou de um orçamento considerável para este filme e do privilégio de escolher a sua equipa. Jóia do cinema mudo, é considerado, ainda hoje, como um dos mais belos filmes da história do cinema.

“Vértice”
Dia 21 de abril às 19h
Local: café concerto do Centro de Artes de Águeda

Miguel Calhaz (contrabaixo) Mauro Ribeiro (guitarra) Alexandre Coelho (bateria)
Neste ponto de encontro de arestas limadas, conflui nas esquinas de um tempo hipnótico uma secção rítmica que ora se envolve com entoações de reminiscências ancestrais da voz, ora vai cavalgando à solta sem limites terrenos ou celestes.“O tempora, o mores”:“ó tempos, ó costumes” (Cícero)

Primeira temporada, uma sessão por mês / fevereiro a abril de 2019
Segunda temporada, uma sessaõ por mês /  setembro a dezembro 2019.
Local: Segundo Andar Pub Bistro, Águeda.